Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2016

MEDITAÇÃO PARA O AMOR E O PERDÃO - METTA BHAVANA - BUDA - LOCUÇÃO CARLA DE ARAÚJO (VÍDEO)

MEDITAÇÃO PARA O AMOR E O PERDÃO
Metta Bhavana - BUDA


Metta Bhavana: meditação do Amor Universal Metta significa Amor incondicional, maneira sublime de viver.

Esta meditação é tirada de um dos mais belos e populares discursos proferidos pelo Buddha – Metta sutta.

O ódio não se destrói pelo ódio, destrói-se o ódio pelo Amor, esta é uma verdade eterna.
Que eu seja feliz.
Que eu possa me libertar de todo sofrimento.
Que eu tenha saúde perfeita.
Que eu possa superar todos os meus defeitos.
Que eu possa purificar minha mente.
Que eu seja feliz.
Que eu possa superar a cobiça e a raiva; a dor e o lamento; a opressão e a ansiedade; a angústia e a inimizade; oh, que a felicidade tome conta de mim!

Que eu possa desenvolver o Amor Universal: a bondade amorosa, a compaixão a todos os seres, a boa vontade e a não-violência, a equanimidade, a paciência e o contentamento.
Que a felicidade tome conta de mim!

Que eu possa ultrapassar a decadência e a morte e me libertar da tristeza e lamentação, dor, pesar, ressent…

MONJA COEN EXPLICA : COMPAIXÃO,GANÂNCIA,RAIVA E IGNORÂNCIA (VÍDEOS)

Monja Coen explica: Compaixão, ganância, raiva e ignorância composta por palestras de grande sabedoria da querida Monja Coen, mestra e representante do Zen Budismo Brasileiro. Esta sequência de vídeos traz temas do cotidiano e destina-se a todos aqueles que, como nós, estão na busca do autoconhecimento, da espiritualidade e de uma forma mais harmoniosa de viver. Compartilhamos por concordar com a ideia dos produtores de que a sabedoria pertence a todos os seres. Os episódios serão publicados sempre as Luas Cheias e Luas Novas, pois são momentos que representam a renovação e a oportunidade de refletirmos sobre a quinzena passada, e nos libertar do que consideramos negativo, através do Poema do Arrependimento, que deve ser recitado por três vezes após a reflexão sobre o tema. Poema do Arrependimento “Todo carma prejudicial alguma vez cometido por mim, desde tempos imemoriáveis
Devido à minha ganância, raiva e ignorância sem limites
Nascido de meu corpo, boca e mente
Agora, de tudo, eu me arrepen…

DALAI LAMA : "TERRORISMO NÃO SE RESOLVE SÓ COM REZAS"

Dalai Lama: “Terrorismo não se resolve só com rezas” Apesar de ser budista e de “acreditar” no poder da reza, Dalai Lama garante que tal não será suficiente para resolver o problema chamado Estado Islâmico. “Não podemos resolver o problema só com rezas. Eu sou budista e acredito em rezas, mas os humanos criaram este problema e agora estão a pedir a Deus que o resolva. Não tem lógica”, começou por dizer o líder espiritual numa entrevista ao site alemão Deutsche Welle. Dalai Lama acrescentou ainda que perante esta situação “Deus diria: ‘resolvam-no vocês porque foram vocês que o criaram”. O religioso budista acredita que é necessário haver uma maior aproximação aos “valores humanos de unidade e harmonia” e que se tal acontecer “há esperança de que este século será diferente do anterior, o que é do interesse de todos”. “Por isso, vamos trabalhar com as nossas famílias e com a sociedade para alcançar a paz e não esperar ajuda de Deus, de Buda ou dos governos”, concluiu. Fonte:https://portaldobu…

OS TRÊS TIPOS DE PREGUIÇA SEGUNDO O BUDISMO - TENZIM PALMO

Preguiça | Tenzim Palmo“O Buda descreveu três tipos de preguiça. Primeiro há o tipo de preguiça que todos nós conhecemos: não queremos fazer nada e preferimos ficar na cama meia hora a mais do que levantar para meditar. Em segundo lugar, há a preguiça de sentirmo-nos incapazes, pensando, “Eu não sou capaz fazer isso. Outras pessoas podem meditar, outras pessoas podem ser atentas, outras pessoas podem ser boas e generosas em situações difíceis, mas eu não posso, porque sou muito estúpido”. Isto é preguiça. O terceiro tipo de preguiça é estar ocupado com as coisas mundanas. Podemos sempre preencher o vazio do nosso tempo, mantendo-nos sempre muito ocupados. Estar ocupado pode até fazer com que sintamo-nos virtuosos. Mas geralmente é apenas uma maneira de escapar. Quando saí do retiro em minha caverna, algumas pessoas disseram: “Não acha que a solidão era uma fuga?” E eu respondi: “Fuga do quê?” Lá estava eu, sem rádio, sem jornais, sem ninguém para conversar. Para onde eu poderia escapar…

NAMASTÊ : O VALOR DA GRATIDÃO

Namastê: Valor da GratidãoNamastê é muito mais do que uma palavra originária desse antigo e bonito idioma que é o sânscrito. Ela contém em si uma série de conceitos que a tornaram universal e, por sua vez, cruzaram fronteiras. O seu significado vai mais além da saudação e despedida comuns na prática do ioga; este termo encerra nas suas antigas raízes uma essência que deveria bombear todos os dias no coração da humanidade. No entanto, parece que todos tiramos dela como as diversas etiquetas que rodeiam a nossa sociedade consumista viciada em moda, perdendo, por vezes, o seu verdadeiro sentido, o seu valor mais intrínseco. Pratica-se no dia de hoje o sentido da gratidão desde a perspectiva mais nobre da humildade?Temos a tendência de reconhecer os outros da mesma forma como reconhecemos a nós mesmos? Isto é o que realmente se funde na palavra “Namastê”, e é por isso que hoje queremos falar dela e desses valores que não vemos tão facilmente no nosso dia a dia. Namastê, eu inclino-me na tua …

MEDITAÇÃO,UM COMEÇO - DALAI LAMA

Nov8
Meditação, um começo. Vamos explorar as técnicas para mudar os nossos espíritos das suas vias habituais para outras mais virtuosas. Há dois métodos de meditação que devemos usar na nossa pratica. Um, a meditação analítica, é o meio pelos quais nos familiarizamos com novas ideias e atitudes mentais. O outro é a meditação estabilizada, que foca o espírito no sujeito com que temos que nos familiarizar. Embora naturalmente aspiremos a ser felizes e desejemos ultrapassar a miséria, continuamos a experimentar a dor e o sofrimento. Porquê? O budismo ensina que na verdade nós conspiramos com as causas e condições que criam a nossa infelicidade e somos muitas vezes relutantes em nos comprometermos em actividades que nos poderiam levar a uma felicidade mais duradoura. Como é que isto acontece? Na nossa usual maneira de viver deixamo-nos controlar pela força dos pensamentos e emoções, que por sua vez dão nascimento a estados mentais negativos. É através deste círculo vicioso que perpetuamos a …

O BUDISMO, A MENTE, O BRASIL E O MUNDO - ENTREVISTA COM B.ALAN WALLACE,PhD

O BUDISMO, A MENTE, O BRASIL E O MUNDO
27/07/2016 • migberr
“Devemos fazer tudo para alcançar o equilíbrio” O professor B. Alan Wallace, PhD, é um grande erudito e um dos mais prolíficos escritores e tradutores do budismo tibetano no Ocidente. A seguir, uma entrevista, onde Alan Wallace fala sobre os estudos da mente na atualidade. Entrevista de Alessandra Cavalheiro. Tradução: Cerys Tramontini, antes da visita do professor a Florianópolis, em fevereiro de 2016. Foto Luiz Bettoni, Templo Caminho do Meio, Viamão-RS, CEBB – Centro de Estudos Budistas Bodisatvas. “Precisamos urgentemente de uma alternativa para o nosso atual modo materialista de ver a existência humana e a realidade como um todo,juntamente com sua ênfase no hedonismo e no consumismo, pois o próprio destino da civilização humana e o equilíbrio do ecossistema dependem da nossa re-concepção do significado da ‘boa vida’.” ENTREVISTA
1 – Sabemos que você veio para Florianópolis convidado pelo Instituto Paz e Mente, que fundou o pri…