Pular para o conteúdo principal

MONJA COEN EXPLICA : COMPAIXÃO,GANÂNCIA,RAIVA E IGNORÂNCIA (VÍDEOS)

Monja Coen explica: Compaixão, ganância, raiva e ignorância 
composta por palestras de grande sabedoria da querida Monja Coen, mestra e representante do Zen Budismo Brasileiro.
Esta sequência de vídeos traz temas do cotidiano e destina-se a todos aqueles que, como nós, estão na busca do autoconhecimento, da espiritualidade e de uma forma mais harmoniosa de viver.
Compartilhamos por concordar com a ideia dos produtores de que a sabedoria pertence a todos os seres.
Os episódios serão publicados sempre as Luas Cheias e Luas Novas, pois são momentos que representam a renovação e a oportunidade de refletirmos sobre a quinzena passada, e nos libertar do que consideramos negativo, através do Poema do Arrependimento, que deve ser recitado por três vezes após a reflexão sobre o tema.
Poema do Arrependimento
“Todo carma prejudicial alguma vez cometido por mim, desde tempos imemoriáveis
Devido à minha ganância, raiva e ignorância sem limites
Nascido de meu corpo, boca e mente
Agora, de tudo, eu me arrependo.”
Namaste!

Compaixão e os 3 venenos: ganância, raiva e ignorância
Buddha nos ensinou que tudo nesse mundo é impermanente, nada é fixo, mas ainda nos sentimos frustrados quando algo que não nos agrada acontece, e nesse momento podemos ser contaminados pelos três venenos que perturbam a mente humana: a ganância, a raiva e a ignorância.
Nesse vídeo, Monja Coen nos lembra como conviver com coisas difíceis, além de mostrar que tudo e todos que nos surgem no caminho são seres iluminados a nos mostrar o Caminho, e nos dar a oportunidade de fazer escolhas… De escolher o caminho certo para nossa evolução.
Todos nós, os Seres Humanos, podemos ser corrompidos, fazer bobagens, mas  também podemos ir corrigindo nossos erros.
O acolhimento. A compaixão.

Fonte:https://www.eusemfronteiras.com.br/monja-coen-explica-compaixao-ganancia-raiva-e-ignorancia-parte-1/

Quem é Monja Coen?

Monja-Coen-foto
Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras
Nascida em 1947, em São Paulo, a Monja Coen foi jornalista profissional e após uma transferência a trabalho para Los Angeles, Califórnia, iniciou suas praticas regulares de zazem no Zen Center of Los Angeles, onde fez seus votos monásticos em 1983.
O zazem é uma prática meditativa de observação, que busca o autoconhecimento do ser humano, onde o praticante fica sentado, com o corpo bem alinhado e de frente para uma parede branca, e utilizando-se de técnicas respiratórias aprende a observar suas emoções.
Após anos de treinamento e graduações numa extensa jornada monástica e passagens importantes por templos no Japão, em 2001 Monja Coen deixou o  Templo Busshinji e iniciou um pequeno grupo de zazen na casa de um de seus praticantes, que em pouco tempo ficou pequena, sendo criado oficialmente a Comunidade Zen Budista Zendo Brasil, Templo Tenzui Zenji, com início das caminhadas meditativas em parque públicos, no intuito de levar o zazen e o kinhim (meditação caminhando) para a população paulistana.

Desde que voltou ao Brasil, Monja Coen realiza palestras, oficializa casamentos, bençãos para residencias, empresas, crianças e recém nascidos.
A Monja já ordenou mais de 30 monásticos, entre homens e mulheres, e mais de 250 pessoas laicas.
As atividades da comunidade zazem no templo incluem retiros, treinamentos para noviços e noviças monásticos e cerimoniais arregimentados pela Soto Shu.
Atualmente a Monja reside no templo Tenzui Zenji em São Paulo, onde preside o Conselho Religioso da Comunidade Zen Budista Zendo Brasil e do Viazen/Vila zen do Rio Grande do Sul.
Seguem dois sites de relacionados à Monja Coen:
Site oficial da Monja Coen: www.monjacoen.com.br
Zendo Brasil: www.zendobrasil.org.br
“Eu compreendo você, reconheço em você um Ser Humano, muito parecido comigo.”

Postagens mais visitadas deste blog

5 PRECEITOS BUDISTAS PARA ENCONTRAR A PAZ INTERIOR

5 Preceitos Budista para encontrar a paz interior

DALAI LAMA: ATRÁS DE NOSSA ANSIEDADE ESTÁ O MEDO DE NÃO SER NECESSÁRIO

DALAI LAMA: ATRÁS DE NOSSA ANSIEDADE ESTÁ O MEDO DE NÃO SER NECESSÁRIOO medo de não ser necessário é um dos maiores causadores de tristezas no ser humano.  De muitas maneiras, nunca houve um melhor momento para estar vivo. A violência assola alguns cantos do mundo, e muitos ainda vivem sob o domínio de regimes tirânicos. 

E embora todas as grandes religiões do mundo ensinem amor, compaixão e tolerância, a violência impensável está sendo perpetrada em nome da religião.
E ainda assim, poucos dentre nós são pobres, cada vez menos pessoas tem fome, menos crianças morrem e mais homens e mulheres sabem ler do que nunca. 

Em muitos países, o reconhecimento dos direitos das mulheres e das minorias é agora norma. Ainda há muito trabalho a fazer, é claro, mas há esperança e há progresso.
Quão estranho, então, ver tanta raiva e grande descontentamento em algumas das nações mais ricas do mundo. 

Nos Estados Unidos, Grã-Bretanha e em todo o continente europeu, as pessoas são convulsionadas com frustraçã…

ESCUTA COMPASSIVA - THICH NHAT HANH ENTREVISTADO POR OPRAH WINFREY (VÍDEO LEGENDADO EM PORTUGUÊS)

Thich Nhat Hanh entrevistado por Oprah Winfrey - Escuta Compassiva - LEGENDADO

Thich Nhat Hanh diz que ouvir pode ajudar a terminar com o sofrimento do outro, colocar fim a uma guerra e mudar o mundo para melhor. Assista a ele explicar como praticar a escuta compassiva.




Quem SomosNós somos um grupo de meditação budista e estudo dos textos do mestre Zen Vietnamita Thich Nhat Hanh.  Nos reunimos semanalmente nas 3a feiras das 19:30hs às 21:00hs, na Rua Jornalista Orlando Dantas, n. 5 no Flamengo - Rio de Janeiro. Clique aqui para ver o mapa. Todos estão convidados a participar conosco da nossa prática de plena consciência segundo os métodos ensinados por Thich Nhat Hanh e detalhada no quadro ao lado. Mesmo os que nunca meditaram ou têm pouca experiência estão convidados. Aos iniciantes serão dadas instruções antes do início da prática. Por isso sugerimos que os iniciantes cheguem 15 minutos antes do início. Semanalmente estudamos um texto de Thich Nhat Hanh. Para conhecer o texto dessa semana…