Pular para o conteúdo principal

O QUE É UM LAMA ? SOBRE O DALAI LAMA- PERGUNTAS E RESPOSTAS

Resultado de imagem para budismo tibetano "aum magic"

O QUE É UM LAMA?

Lama (tibetanoWyliebla-ma) é um título dado, no budismo tibetano, a um professor de darma. O nome é similar ao termo sânscrito guru (ver Bön), e pode ser usado como um honorífico, dado a um monge ou praticantes (nas escolas NyingmaKagyu e Sakya) que tenham conhecimentos tântricosavançados, para indicar um nível elevado de realização espiritual, e de autoridade para ensinar seus conhecimentos. O nome pode ainda fazer parte de outro título, como Dalai Lama ou Panchen Lama, que são aplicados a determinadas linhagens de lamas reencarnados (tulkus).
Talvez devido à incompreensão dos primeiros estudiosos ocidentais que tentaram compreender o budismo tibetano, o termo lama vem sendo aplicado erroneamente, ao longo da história, para monges tibetanos de uma maneira geral. Da mesma maneira, o budismo tibetano é chamado de lamaísmo por alguns acadêmicos e viajantes ocidentais, que não compreenderam que estavam testemunhando uma forma de budismo, e desconheciam a distinção entre o budismo tibetano e o BönLamaísmo é um termo considerado pejorativo hoje em dia.(1)
Na prática vajrayana do budismo tibetano, o lama freqüentemente é um guia espiritual tântrico, o guru para o aspirante a yogi ou yogini budista. Como tal, o lama aparece como uma das chamadas 'Três Raízes', uma variante das 'Três Jóias' - na forma de guru, juntamente com o yidam e protetor, que pode ser umdakinidharmapala ou alguma outra figura divina budista.

Referências

  1.  Korom, Frank J.. "Constructing Tibetan Culture: Contemporary Perspectives", World Heritage Press, 1997.
Fonte:http://pt.wikipedia.org/wiki/Lama_(budismo)

SOBRE O DALAI LAMA

Na história do Tibete, religião e política se tornaram uma coisa só, resultaram em um estado teocrático, ou seja, em um país governado por um líder religioso, representante da divindade no plano terreno. Na verdade, porém, este governante é um monge e um lama – que significa guru, mestre, aquele que orienta seus aprendizes. Este orientador espiritual é aceito por todas as escolas budistas, principalmente pela escola Gelug. 

A palavra Dalai significa ‘oceano’ em mongol, e muitas vezes referem-se a este líder como ‘Oceano de Sabedoria’, especialmente a partir do terceiro Dalai Lama, Altan Khan, que foi designado dessa forma pelo governo da Mongólia, título transmitido agora para todos os seus sucessores. Estes mestres são considerados a manifestação física de Avalokiteshvara, o ‘Bodhisattva da Compaixão’ – entidade de alta sabedoria que tem como objetivo tornar as pessoas melhores, auxiliar em seu aprimoramento. Na língua tibetana este ser é conhecido como Chenrezig. Já a expressão tibetana para Dalai Lama é Gyawa Rinpoche, ‘grande protetor’, ou Yeshe Norbu, a ‘grande jóia’, a única autoridade religiosa que pode, além do papa, ser nomeado como Sua Santidade. . Quando cada um destes mestres morre, os monges realizam uma pesquisa exaustiva para descobrir a identidade com a qual ele renasceu. 
Tenzin Gyatso, originalmente Lhamo Dhondrub, é o 14° Dalai Lama. Ele nasceu em 1935 e, enquanto estava no governo do Tibete, residia no Palácio de Potala ao longo do inverno e na morada de Norbulingka durante o verão, na capital deste país, Lhasa. Mas isso só foi permitido ao mestre até 1959, quando os chineses do regime comunista invadiram o Tibete. Desde então o Dalai Lama vive no exílio, na Índia, na localidade de Dharamsala, onde vive em uma pequena cabana e de onde exerce seu governo. Este monge é doutor em filosofia Gorgon, ganhador do Prêmio Nobel da Paz de 1989 e detém pelo menos cem títulos honoris causa. Não é por acaso que ele é tão respeitado no mundo todo, pois hoje ele é uma rara presença espiritual em busca do diálogo, da paz e da compaixão. 
Sua jornada pelo planeta tem início em 1967, quando pela primeira vez ele deixa a Índia e vai para o Japão e a Tailândia. A partir deste momento ele não parou mais, segue pregando seus ensinamentos e exemplificando a tolerância, a compreensão, a resignação ativa e um profundo amor. Militante dos direitos humanos, especialmente dos que concernem á sua terra natal. Ele é um guerreiro incansável, mas suas armas são as palavras, e seus meios são os mais pacíficos. O prêmio que recebeu chamou a atenção do mundo inteiro para sua causa, e provocou uma situação constrangedora para o governo chinês. Atualmente o Dalai Lama já não reivindica a independência de seu país, mas sim que ele se torne uma área autônoma da China, com direito de governar-se por leis próprias, preservar sua cultura e sua escolha religiosa, o que não lhe é possível sob o jugo do governo chinês. 
Incansável estudioso, abriu caminhos para a união da ciência com a espiritualidade. Em 1987 ele discutiu durante uma semana, ao lado de cinco cientistas do Ocidente, questões que envolvem uma aproximação dos princípios budistas e os das ciências do conhecimento. Desde então meios científicos têm aberto espaços de debates e pesquisas sobre a práxis espiritual, o que cria perspectivas de novos horizontes nas duas esferas. O mestre incentiva a convivência entre as diferenças e a articulação de todos em benefício do avanço da humanidade. Escreveu vários livros, entre eles “A Arteda Felicidade”, “A Arte da Felicidade no Trabalho”, “Bondade, Amor e Compaixão”, “O Livro da Sabedoria” e “Minha Terra e Meu Povo”. Seus ensinamentos abrangem desde a esfera espiritual, o meio ambiente, o campo científico, a paz, os direitos humanos, o treinamento da mente, entre outros. Ele é reconhecido e respeitado internacionalmente.

Fonte:http://www.infoescola.com/religiao/dalai-lama/

Dalai Lama é o título de uma linhagem de líderes religiosos da escola Gelugdo budismo tibetano, tratando-se de um monge e lama, reconhecido por todas as escolas do budismo tibetano. Também foram os líderes políticos do Tibeteentre os século XVII até 1959, residindo em Lhasa. O Dalai Lama é também o líder oficial do governo tibetano em exílio, ou Administração Central Tibetana. "Lama" é um termo geral que se refere aos professores budistas tibetanos. O atual Dalai Lama é muitas vezes chamado de "Sua Santidade" por ocidentais, embora este pronome de tratamento não exista no tibetano, não se tratando de uma tradução. Tibetanos podem referir-se a ele através de epítetos tais como Gyawa Rinpoche que significa "grande protetor", ou Yeshe Norbu, a "grande joia".
Acredita-se que o Dalai Lama seja a reencarnação de uma longa linha detulkus, que optaram pela reencarnação, a fim de esclarecer a humanidade. O Dalai Lama é muitas vezes considerado o chefe da Escola Gelug, mas esta posição oficialmente pertence ao Ganden Tripa, que é uma posição temporária nomeada pelo Dalai Lama (que, na prática, exerce mais influência). Dalaisignifica "Oceano" em mongol e "Lama" é a palavra tibetana para mestre, guru, e várias vezes referido por "Oceano de Sabedoria", um título dado pelo regime mongoliano a Altan Khan (o terceiro Dalai Lama) e agora aplicado a cada encarnação na sua linhagem. Os dalai lamas são mostrados como sendo a manifestação de Avalokiteshvara, o Bodhisattva da Compaixão, cujo o nome éChenrezig em tibetano. Após a morte do Dalai Lama, uma pesquisa é instituída pelos seus monges para descobrir o seu renascimento, ou tulku.

Há 14 reencarnações reconhecidas como sendo do Dalai Lama:

Entre a era de Lobsang Gyatso e o exílio de Tenzin Gyatso, os Dalai Lama passavam o inverno no Palácio de Potala e nos meses de verão deslocavam-se para Norbulingka, ambos em Lhassa. Em 1959, durante a ocupação chinesa do Tibete, o 14º Dalai Lama foi levado para a Índia por motivos de segurança através dos esforços diplomáticos de Jawaharlal Nehru, o então primeiro-ministro indiano. Desde então, o Dalai Lama tem residido em Dharamsala, no estado de Himachal Pradesh, onde Gyatso pôde estabelecer a Administração Central Tibetana.

O título de Dalai Lama foi um nome póstumo para o primeiro e segundo Dalai Lamas.

Fonte:http://pt.wikipedia.org/wiki/Dalai_Lama



Dalai Lama-Perguntas & Respostas




A série de protestos que tomou conta do Tibete, no início de março de 2008, pode levar o país a viver uma situação inédita: a renúncia do Dalai Lama. Tenzin Gyatzo, o atual lama, ameaçou abandonar o posto de líder espiritual depois de ser acusado pelo governo da China de incentivar as manifestações – que se opõem justamente à presença chinesa no Tibete. A sucessão dos lamas, no entanto, envolve muito mais do que o cenário político: afinal, eles são vistos pela população local como a reencarnação de Buda. Entenda melhor essa questão e o poder desta figura. 


1. Qual o papel do Dalai Lama para o budismo tibetano?
O Dalai Lama representa para os seguidores do budismo tibetano papel similar ao papa para os católicos, ou ainda mais do que isso: pois, para os fiéis daquela religião, os lamas são vistos como uma reencarnação de Buda. Assim como o papa, ele é designado Sua Santidade. Uma característica marcante da versão tibetana do budismo é a participação intensa da população nos assuntos religiosos. No Tibete, o líder espiritual é venerado de tal forma que chega a dificultar o domínio chinês sobre sua cultura.
 
2. Como os lamas são escolhidos?
Eles são detectados entre as crianças pelos monges budistas, por meio de sonhos e presságios. A descoberta e verificação do escolhido, no entanto, envolve ainda outros processos. Assim que um Dalai Lama se aproxima da morte e dá indicações sobre seu renascimento, começam as buscas pela criança – que pode se identificar por iniciativa própria ou então ser reconhecida por possuir poderes especiais. A pesquisa é conduzida em segredo, para investigar predições de oráculos, sinais estranhos e fenômenos. Os jovens candidatos são, então, submetidos a uma série de testes. Eles devem, por exemplo, selecionar, de uma gama de objetos, os que já pertenceram a eles na vida anterior – ou seja, em sua vida como o falecido Dalai Lama.
 
3. Quando um novo lama ascende ao poder?
Os lamas só assumem o poder com a morte de seu antecessor. Como o Dalai Lama é ungido aos 3 anos de idade, um regente é designado para governar até que o escolhido atinja a maioridade. Enquanto isso não acontece, a criança é levada para iniciar seus estudos e treinamentos preparatórios para se tornar o líder espiritual e religioso do Tibete.


4. Desde quando os lamas governam o Tibete? 
O atual Dalai Lama, Tenzin Gyatso, é o 14º de uma seita que está no poder desde o século XVII.
 
5. Por que, no Tibete, o líder espiritual também é o chefe de estado?
O budismo tibetano, em sua formação, preferiu manter-se isolado de influências externas. Dessa forma, o Tibete transformou-se em um estado religioso governado por seu sacerdote supremo e que, durante muito tempo, não manteve relações diplomáticas com nenhum outro país. Isso fez do budismo local uma variante única no mundo. No Tibete, vive-se de acordo com a tradição vajrayana, ou "veículo do raio", caracterizada por conferir mais importância aos aspectos místicos e ritualísticos do budismo, enfatizando, por exemplo, a crença na reencarnação e no ciclo de nascimentos e renascimentos dos indivíduos. A função da crença seria purificar a alma. Por características pessoais e políticas, o atual Dalai Lama preferiu não se manter isolado num monastério como seus antecessores, mas viajar pelo mundo para expor ao grande público os ensinamentos de sua religião e a luta dos tibetanos contra a opressão chinesa.

6. É mesmo possível que o Dalai Lama abandone o poder?
Sim, mas o Dalai Lama pode renunciar apenas ao poder político, que exerce como chefe de estado, e não como líder religioso. Como explicou um de seus assessores, Tenzin Taklha, após a ameaça de renúncia: "Ele será sempre o Dalai Lama". Mas os planos do atual líder budista para deixar o poder político não vêm de hoje. Em 1992, ele publicou, no exílio, as diretrizes para a Constituição de um futuro Tibete livre. Nelas, determinou que sua primeira medida seria estabelecer um governo interino com a principal responsabilidade de eleger uma Assembléia Constituinte – que, por sua vez, deveria criar e implantar uma Constituição democrática. Então, o Dalai Lama prometeu transferir toda a sua autoridade política e histórica para o presidente interino, passando a viver como um cidadão comum.
 

7. Qual a importância do atual Dalai Lama para a causa tibetana? 
Desde que assumiu o poder, em 1950, o atual Dalai Lama afastou-se da tradição vajrayana de isolamento e elegeu como missão espalhar pelo mundo os conceitos básicos do budismo. Dessa forma, uniu seu ótimo trânsito internacional ao fascínio que o misticismo tibetano desperta no Ocidente. Além disso, transformou a causa da libertação do Tibete em um tema mundialmente conhecido. Em dezenas de viagens pelo mundo, foi recebido por vários chefes de estado e, até mesmo, por celebridades. Sua forma de pregar a libertação do Tibete sem o uso da violência lhe rendeu um Nobel da Paz, em 1989. O Comitê Norueguês do prêmio escreveu: "O Dalai Lama, em sua luta para a liberação do Tibete, constantemente se opõe ao uso da violência. Ele, em vez disto, advoga soluções pacíficas baseadas na tolerância e respeito mútuos para a preservação da herança cultural e histórica de seu povo".

Fonte:http://veja.abril.com.br/idade/exclusivo/perguntas_respostas/dalai_lama/index.shtml

Resultado de imagem para budismo tibetano "aum magic"

Postagens mais visitadas deste blog

5 PRECEITOS BUDISTAS PARA ENCONTRAR A PAZ INTERIOR

5 Preceitos Budista para encontrar a paz interior

DALAI LAMA: ATRÁS DE NOSSA ANSIEDADE ESTÁ O MEDO DE NÃO SER NECESSÁRIO

DALAI LAMA: ATRÁS DE NOSSA ANSIEDADE ESTÁ O MEDO DE NÃO SER NECESSÁRIOO medo de não ser necessário é um dos maiores causadores de tristezas no ser humano.  De muitas maneiras, nunca houve um melhor momento para estar vivo. A violência assola alguns cantos do mundo, e muitos ainda vivem sob o domínio de regimes tirânicos. 

E embora todas as grandes religiões do mundo ensinem amor, compaixão e tolerância, a violência impensável está sendo perpetrada em nome da religião.
E ainda assim, poucos dentre nós são pobres, cada vez menos pessoas tem fome, menos crianças morrem e mais homens e mulheres sabem ler do que nunca. 

Em muitos países, o reconhecimento dos direitos das mulheres e das minorias é agora norma. Ainda há muito trabalho a fazer, é claro, mas há esperança e há progresso.
Quão estranho, então, ver tanta raiva e grande descontentamento em algumas das nações mais ricas do mundo. 

Nos Estados Unidos, Grã-Bretanha e em todo o continente europeu, as pessoas são convulsionadas com frustraçã…

ESCUTA COMPASSIVA - THICH NHAT HANH ENTREVISTADO POR OPRAH WINFREY (VÍDEO LEGENDADO EM PORTUGUÊS)

Thich Nhat Hanh entrevistado por Oprah Winfrey - Escuta Compassiva - LEGENDADO

Thich Nhat Hanh diz que ouvir pode ajudar a terminar com o sofrimento do outro, colocar fim a uma guerra e mudar o mundo para melhor. Assista a ele explicar como praticar a escuta compassiva.




Quem SomosNós somos um grupo de meditação budista e estudo dos textos do mestre Zen Vietnamita Thich Nhat Hanh.  Nos reunimos semanalmente nas 3a feiras das 19:30hs às 21:00hs, na Rua Jornalista Orlando Dantas, n. 5 no Flamengo - Rio de Janeiro. Clique aqui para ver o mapa. Todos estão convidados a participar conosco da nossa prática de plena consciência segundo os métodos ensinados por Thich Nhat Hanh e detalhada no quadro ao lado. Mesmo os que nunca meditaram ou têm pouca experiência estão convidados. Aos iniciantes serão dadas instruções antes do início da prática. Por isso sugerimos que os iniciantes cheguem 15 minutos antes do início. Semanalmente estudamos um texto de Thich Nhat Hanh. Para conhecer o texto dessa semana…