Pular para o conteúdo principal

FILME ZEN(2009) : RETRATA A VIDA DO MESTRE DOGEN,UM DOS MAIORES NOMES DO ZEN-BUDISMO,FUNDADOR DA ESCOLA ZEN SOTO NO JAPÃO

Resultado de imagem para FILME ZEN(2009) : RETRATA A VIDA DO MESTRE DOGEN,UM DOS MAIORES NOMES DO ZEN-BUDISMO,FUNDADOR DA ESCOLA ZEN SOTO NO JAPÃO

Zen, o filme que retrata a vida do mestre japonês Dogen, na íntegra agora com legendas em português [VÍDEO]
Resultado de imagem para FILME ZEN(2009) : RETRATA A VIDA DO MESTRE DOGEN,UM DOS MAIORES NOMES DO ZEN-BUDISMO,FUNDADOR DA ESCOLA ZEN SOTO NO JAPÃO

Um dos maiores filósofos e nomes do Zen-Budismo que já existiu, fundador da Escola Zen Soto no Japão, Mestre Dogen (1200-1253) teve sua vida recontada num filme recente intitulado “Zen” (2009), de 2h07min – que segue abaixo, no original falando em japonês e mandarim, com legendas em espanhol. O trailer do filme pode ser visto no site oficial, em www.zen.sh.

Mestre Dogen foi autor, entre outros grandes ensinamentos, do celebrado Shōbōgenzō, ou “Tesouro do Olho do Dharma verdadeiro”, obra com 95 capítulos sobre a prática do zen e da iluminação. A obra possui uma tradução para o português feita pelo monge zen brasileiro Marcos Beltrão, também da escola Soto Zen (pode ser adquirido em versão digital aqui).

O filme remonta várias passagens importantes e conhecidas da vida de Dogen, e ainda que seja notavelmente difícil ter relatos exatos do século XI e também de reinterpretar momentos espiritualmente decisivos como os que Dogen viveu, há diálogos e ensinamentos em toda a obra. A história contém momentos como a morte da mãe de Dogen, logo no início, a alegoria da sua iluminação, as perseguições e o trabalho como mestre budista, entre outras passagens. Quem faz o papel de Dogen é o ator Kantarô Nakamura, desconhecido no Brasil e no cinema ocidental, mas irmão de Nakamura Shichinosuke II, que fez o personagem do imperador no filme “O Último Samurai“.

O filme Zen (2009), que busca remontar a vida de um dos maiores filósofos e mestres do Zen-Budismo, fundador da Escola Zen Soto no Japão, Mestre Dogen (1200-1253), e que já foi divulgado aqui ano passado no original falado em japonês e mandarim mas com as legendas em espanhol, já tem uma versão no YouTube com legendas em português (serviço da sangha Daissen ji, de Florianópolis-SC), e que segue na íntegra mais abaixo (2h6min). Mestre Dogen deixou grandes ensinamentos como o celebrado Sh?b?genz?, ou “Tesouro do Olho do Dharma Verdadeiro”, obra com 95 capítulos sobre a prática do zen e da iluminação (a tradução em português pelo monge Marcos Beltrão, também da escola Soto Zen, pode ser adquirido em versão digital aqui).

Mãe de Dogen – Pergunto-me se é realmente possível chegar ao paraíso.
Dogen – Não sei a resposta. Mas creio que seja inútil querer alcançar o paraíso após a morte.
Mãe – Creio que o único paraíso, que eu jamais encontrei, foi esse tempo aqui, ao seu lado. Aqui e agora é o paraíso.
Dogen – Você está certa, mãe. Temos que criar o paraíso aqui na Terra.
Mãe – Mas se este é o paraíso, porque as pessoas devem lutar contra as doenças, além de sofrê-las, incapazes de escapar à dor da morte? Monju, quero que você encontre uma maneira de superar todo este sofrimento.
~ trecho de “Zen” (2009)


Segue o filme na íntegra abaixo. Com agradecimentos a Lucas Seigaku (tradução), Meihô Genshô (revisão) e Michel Seikan (legendas).





Fonte:http://dharmalog.com/2013/09/24/

Postagens mais visitadas deste blog

OS MUDRAS NO BUDISMO E SEU SIGNIFICADO

Os Mudras no Budismo 

Os mudras são os gestos simbólicos que são associados aos budas. Esses gestos são muito utilizados na iconografia hindu e budista.

Mudra, uma palavra com muitos significados, é caracterizada como gesto, posicionamento místico das mãos, como selo ou também como símbolo. Estas posturas simbólicas dos dedos ou do corpo podem representar plasticamente determinados estados ou processos da consciências. Mas as posturas determinadas podem também, ao contrário, levar aos estados de consciência que simbolizam. Parece que os mudras originaram-se na dança indiana, que é considerada expressão da mais elevado religiosidade. [...] O significado espiritual dos mudras encontra sua expressão perfeita na arte indiana. Os gestos das divindades representadas na arte hinduísta e budista e os atributos que os acompanham simbolizam suas funções ou aludem a determinados acontecimentos mitológicos. [...] No decorrer dos séculos, os budas e bodhisattvas representados iconograficamente com s…

5 PRECEITOS BUDISTAS PARA ENCONTRAR A PAZ INTERIOR

5 Preceitos Budista para encontrar a paz interior

SOBRE AS ESCOLAS DENTRO DO BUDISMO

SOBRE AS ESCOLAS DENTRO DO BUDISMO Como a maioria das religiões e filosofias mundiais, o Budismo de acordo com a sua evolução histórica dividiu-se em diversos grupos e segmentos que diferenciam entre si em algumas doutrinas e visões do budismo. Não conseguiremos aqui distinguir todos os ramos do budismo que existem ou já existiram, mas analisaremos aqueles de maior relevância histórica. Escola TheravadaO Budismo Theravada; quer dizer literalmente, "o ensino dos anciões", ou "o antigo ensino" é considerada a mais antiga escola de Budismo ainda existente. Por muitos séculos, o Theravada tem sido a religião predominante no Sri Lanka, Birmânia e Tailândia; atualmente, o número de budistas Theravada em todo o mundo excede 100 milhões de pessoas. Em décadas recentes, o Theravada começou a fincar suas raízes no Ocidente. Escola MahayanaA Escola Mahayana (nome que quer dizer "grande veículo") é atualmente a maior das duas principais tradições do Budismo existentes h…