Pular para o conteúdo principal

UMA VIAGEM GRANDIOSA E ÚNICA, SEM PALAVRAS, DE 5 DIAS PELO TIBET

 
“No último outono, passei cinco dias explorando o Tibete. Eu queria conseguir reproduzir através dessas imagens e sons o quão maravilhosamente estranha foi essa experiência. Algumas vezes, foi estupenda. Em outras, senti tensão e ansiedade. Vários meses depois e eu ainda não sei completamente como me sinto a respeito. Mas — não há um outro lugar do planeta que eu prefira voltar do que o Tibete”.
James Spradlin, autor de “5 Days In Tibet”, filme que segue abaixo.

5 Dias no Tibete” (5 Days In Tibet) é um maravilhoso curta de uma viagem de 5 dias realizada em 2011 e sintetizada em 7 minutos sem palavras, apenas com as belas imagens de James Spradlin e a música de Clint Mansell, da trilha sonora do filme “Fonte da Vida” (The Fountain, 2006). Nos comentários do vídeo no Vimeo é possível ver a reação das pessoas às sensações que o filme consegue transmitir, praticamente uma viagem meditativa em silêncio pelas impressões de um país, um povo e uma cultura únicas. Nenhuma palavra consegue fazer o que esses 7 minutos fazem.





Fonte:http://dharmalog.com/2013/07/19/

Postagens mais visitadas deste blog

OS MUDRAS NO BUDISMO E SEU SIGNIFICADO

Os Mudras no Budismo 

Os mudras são os gestos simbólicos que são associados aos budas. Esses gestos são muito utilizados na iconografia hindu e budista.

Mudra, uma palavra com muitos significados, é caracterizada como gesto, posicionamento místico das mãos, como selo ou também como símbolo. Estas posturas simbólicas dos dedos ou do corpo podem representar plasticamente determinados estados ou processos da consciências. Mas as posturas determinadas podem também, ao contrário, levar aos estados de consciência que simbolizam. Parece que os mudras originaram-se na dança indiana, que é considerada expressão da mais elevado religiosidade. [...] O significado espiritual dos mudras encontra sua expressão perfeita na arte indiana. Os gestos das divindades representadas na arte hinduísta e budista e os atributos que os acompanham simbolizam suas funções ou aludem a determinados acontecimentos mitológicos. [...] No decorrer dos séculos, os budas e bodhisattvas representados iconograficamente com s…

5 PRECEITOS BUDISTAS PARA ENCONTRAR A PAZ INTERIOR

5 Preceitos Budista para encontrar a paz interior

SOBRE AS ESCOLAS DENTRO DO BUDISMO

SOBRE AS ESCOLAS DENTRO DO BUDISMO Como a maioria das religiões e filosofias mundiais, o Budismo de acordo com a sua evolução histórica dividiu-se em diversos grupos e segmentos que diferenciam entre si em algumas doutrinas e visões do budismo. Não conseguiremos aqui distinguir todos os ramos do budismo que existem ou já existiram, mas analisaremos aqueles de maior relevância histórica. Escola TheravadaO Budismo Theravada; quer dizer literalmente, "o ensino dos anciões", ou "o antigo ensino" é considerada a mais antiga escola de Budismo ainda existente. Por muitos séculos, o Theravada tem sido a religião predominante no Sri Lanka, Birmânia e Tailândia; atualmente, o número de budistas Theravada em todo o mundo excede 100 milhões de pessoas. Em décadas recentes, o Theravada começou a fincar suas raízes no Ocidente. Escola MahayanaA Escola Mahayana (nome que quer dizer "grande veículo") é atualmente a maior das duas principais tradições do Budismo existentes h…