Pular para o conteúdo principal

O MOSTEIRO DE NAMGYAL,DHARAMSALA,ÍNDIA

O Mosteiro de Namgyal , Dharamsala, Índia

O Mosteiro Namgyal foi fundado  no Século XVI  pelo segundo Dalai Lama, Gendun Gyatso. Desde a sua fundação, os monges Namgyal ter ajudado os Dalai Lamas em assuntos  políticos e   religiosos e  realizam  cerimônias  e rituais de oração pelo bem-estar do Tibet. O mosteiro também funciona  como um centro  de aprendizagem, contemplação e meditação dos ensinamentos  budistas.
Originalmente estava situado em Lhasa, próximo ao Palácio de Potala, residência particular dos Dalai Lamas e  desempenhou  um papel fundamental no estabelecimento religioso tibetano ao longo dos séculos.
Como resultado da invasão chinesa do Tibet em 1959, Sua Santidade o 14 º Dalai Lama e cem mil tibetanos fugiram para a Índia e Nepal. Entre os refugiados originais  tinham  55 monges do Mosteiro Namgyal. Depois que  Sua Santidade recebeu asilo na cidade indiana de Dharamsala   o  Mosteiro Namgyal foi reerguido  perto da nova residência dele.  Até hoje, quase 50 anos depois, os religiosos tibetanos e as  tradições artísticas e intelectuais estão sendo preservadas e mantidas através do esforço cooperativo do Dalai Lama e dos monges de Namgyal.
O currículo e os rigores da vida monástica foram meticulosamente mantidos  durante toda a jornada  no exílio. Os monges novatos de hoje devem primeiro passar por uma série de exames de admissão desafiadores e, se aceitos, se comprometem a realizarem muitos  anos dos tradicionais  estudos filosóficos.
Como os monges Namgyal auxiliam  Sua Santidade o Dalai Lama e  frequentemente viajam com ele, o currículo   exige também   um curso mais simplificado  do estudo sobre os elementos essenciais do sutra e do tantra.
Sua Santidade o 14 º Dalai Lama  modificou  a “grade” tradicional da escola Namgyal, incluindo um novo currículo e programa de estudo, que estão se tornando um modelo para outros mosteiros tibetanos.
O dia normal  de um monge Namgyal  é repleto de atividades:  duas horas de ritual, duas horas de artes sacras, três horas de aulas de filosofia, duas horas e meia de debate, e várias horas de meditação e estudo pessoal. Os alunos que concluírem com êxito o programa, de 13 anos de estudos, recebem o grau de Mestre em Sutra e Tantra do Mosteiro Namgyal.
Os monges também  tem que completar retiros de meditação para cada uma das principais divindades e protetores, bem como receber formação em atividades rituais. Algumas dessas atividades incluem a realização de pujas , a construção de mandalas, a performance de música sacra e dança, e outros tradicionais rituais budistas tibetanos. Essas tradições são transmitidas oralmente e de acordo com os textos.
O ciclo de retiros necessários para o estudo e a prática de rituais realizados pelo mosteiro pode levar cinco ou seis anos para ser concluído, depois do que, um monge é livre para seguir e escolher qualquer uma das práticas de  retiro pessoal que  mais se identifique.
A oportunidade de acompanhar o Dalai Lama em suas visitas ao exterior permitiu que os monges Namgyal  participassem de  inúmeras apresentações de arte sacra tibetana e dança em boa parte do mundo  divulgando a beleza e importância desses ensinamentos.
No verão de 1988, monges do Mosteiro de Namgyal criaram uma mandala de areia no Museu Americano de História Natural, em Nova York. Mais de 50.000 pessoas vieram para assistir a este processo durante a demonstração de seis semanas. Historicamente, a criação de mandalas de areia sagradas sempre foi realizada em segredo, mas o Dalai Lama tem agora permissão para o público  testemunhar esta arte sacra.
Através de seus ensinamentos,  culturais e espirituais, os monges Namgyal trouxeram a consciência da cultura e da religião do Tibet para todo o mundo.

Fonte:https://viagensculturais.wordpress.com/2012/09/20/o-mosteiro-de-namgyal-dharamsala-india/

Postagens mais visitadas deste blog

5 PRECEITOS BUDISTAS PARA ENCONTRAR A PAZ INTERIOR

5 Preceitos Budista para encontrar a paz interior

DALAI LAMA: ATRÁS DE NOSSA ANSIEDADE ESTÁ O MEDO DE NÃO SER NECESSÁRIO

DALAI LAMA: ATRÁS DE NOSSA ANSIEDADE ESTÁ O MEDO DE NÃO SER NECESSÁRIOO medo de não ser necessário é um dos maiores causadores de tristezas no ser humano.  De muitas maneiras, nunca houve um melhor momento para estar vivo. A violência assola alguns cantos do mundo, e muitos ainda vivem sob o domínio de regimes tirânicos. 

E embora todas as grandes religiões do mundo ensinem amor, compaixão e tolerância, a violência impensável está sendo perpetrada em nome da religião.
E ainda assim, poucos dentre nós são pobres, cada vez menos pessoas tem fome, menos crianças morrem e mais homens e mulheres sabem ler do que nunca. 

Em muitos países, o reconhecimento dos direitos das mulheres e das minorias é agora norma. Ainda há muito trabalho a fazer, é claro, mas há esperança e há progresso.
Quão estranho, então, ver tanta raiva e grande descontentamento em algumas das nações mais ricas do mundo. 

Nos Estados Unidos, Grã-Bretanha e em todo o continente europeu, as pessoas são convulsionadas com frustraçã…

ESCUTA COMPASSIVA - THICH NHAT HANH ENTREVISTADO POR OPRAH WINFREY (VÍDEO LEGENDADO EM PORTUGUÊS)

Thich Nhat Hanh entrevistado por Oprah Winfrey - Escuta Compassiva - LEGENDADO

Thich Nhat Hanh diz que ouvir pode ajudar a terminar com o sofrimento do outro, colocar fim a uma guerra e mudar o mundo para melhor. Assista a ele explicar como praticar a escuta compassiva.




Quem SomosNós somos um grupo de meditação budista e estudo dos textos do mestre Zen Vietnamita Thich Nhat Hanh.  Nos reunimos semanalmente nas 3a feiras das 19:30hs às 21:00hs, na Rua Jornalista Orlando Dantas, n. 5 no Flamengo - Rio de Janeiro. Clique aqui para ver o mapa. Todos estão convidados a participar conosco da nossa prática de plena consciência segundo os métodos ensinados por Thich Nhat Hanh e detalhada no quadro ao lado. Mesmo os que nunca meditaram ou têm pouca experiência estão convidados. Aos iniciantes serão dadas instruções antes do início da prática. Por isso sugerimos que os iniciantes cheguem 15 minutos antes do início. Semanalmente estudamos um texto de Thich Nhat Hanh. Para conhecer o texto dessa semana…