Pular para o conteúdo principal

COMO SE INICIAR NA MEDITAÇÃO ZEN (ZAZEN) - 10 PASSOS


Imagem intitulada Begin Zen Meditation (Zazen) Step 1


1-Consiga um zafu ou uma almofada pequena. Essa parte é opcional, dependendo da sua posição e preferência.

Imagem intitulada Begin Zen Meditation (Zazen) Step 2

2-Posicione-se. A tradução literal de zazen é “meditação sentada”, logo, como você senta é muito importante. Aqui vai uma lista com algumas posições usadas no zazen:
  • Posição birmanesa: É a posição mais simples de pernas cruzadas com ambos os joelhos apoiados no chão. Os tornozelos devem ficar um na frente do outro, não em cima.
  • Posição de meio-lótus (Hankafuza). Chega-se a essa posição colocando o pé esquerdo na coxa direta e prendendo a perna direita embaixo da coxa esquerda.
  • Posição de lótus (Kekkafuza). Essa é, de longe, a posição mais estável. Deve-se colocar cada pé na coxa oposta para alcançar essa posição. Isso pode causar um pouco de dor no começo, mas continue tentando e os músculos das pernas vão se soltar. É mesmo difícil, e se ainda estiver doendo muito após uma semana de treino, procure conselho médico ou coloque uma garrafa de água quente na sua perna. No entanto, a pose não é recomendada se você tiver dores crônicas no joelho.
  • Posição ajoelhada (Seiza). Ajoelhe-se com seus quadris repousando sobre seus tornozelos.
  • Posição da cadeira. Não há problema algum em se sentar em uma cadeira, mas é essencial que você mantenha a postura.
  • Posição em pé. Essa é uma posição útil para as pessoas que não podem ficar sentadas por um longo período de tempo, praticada na Coreia e na China. Fique de pé com seus pés separados na largura dos ombros. Seus calcanhares devem estar mais próximos que os seus dedões do pé. Coloque suas mãos sobre a sua barriga, direita sobre a esquerda. Não trave os joelhos.
Imagem intitulada Begin Zen Meditation (Zazen) Step 3


3-Forme o mudra cósmico com as mãos. Coloque sua mão dominante com a palma pra cima, apoiando sua outra mão também com a palma pra cima. Os polegares se tocam de leve, Mas isso é opcional.
Resultado de imagem para Como Se Iniciar na Meditação Zen (Zazen)

4-Comece limpando sua mente, pensando em nada além da sua respiração. Você pode manter os olhos abertos, meio-fechados ou completamente fechados.

Resultado de imagem para Como Se Iniciar na Meditação Zen (Zazen)

5-Conte cada inspiração e expiração até chegar a dez.

Resultado de imagem para Como Se Iniciar na Meditação Zen (Zazen)

6-Comece do 1 novamente. Se sua mente divagar, e ela vai, aceite o pensamento e então volte a contar do um de novo.

Imagem intitulada Begin Zen Meditation (Zazen) Step 7

      7-Faça isso por cerca de quinze minutos. Quando você conseguir contar até dez por várias vezes sem a intromissão de pensamentos, é hora de começar a contar a inspiração e expiração como uma coisa só ao invés de contá-las separadamente. Por fim, você será capaz de se concentrar apenas na respiração e deixar de lado a contagem. Para que isso aconteça é necessário que você pratique o zazen diariamente.
Imagem intitulada Begin Zen Meditation (Zazen) Step 8
8-Abra os olhos e faça um aquecimento nas pernas e braços para aumentar a pressão sanguínea de volta ao normal.

Imagem intitulada Begin Zen Meditation (Zazen) Step 9

9-Medite por quinze minutos durante a primeira semana e aumente cinco minutos a cada semana até chegar a um tempo de quarenta e cinco minutos a uma hora, se possível. Se você praticar o zazen regularmente e pouco a pouco, suas sessões de meditação serão bem relaxantes e você vai sentir uma tranquilidade maravilhosa. Não tente forçar a respiração de nenhum jeito diferente, respire do modo que é natural para você.
Imagem intitulada Begin Zen Meditation (Zazen) Step 10

10-Explore a quietude. O Zazen é mais do que sentar em silêncio, e pode levar a uma descoberta profunda da consciência escondida dentro de nós. Esse último passo é alcançado ao explorarmos a quietude que criamos ou descobrimos dentro de nós quando nos sentamos. Leve o tempo que quiser para observar a si mesmo e ao mundo durante e após a meditação. Use todos os seus sentidos. Quando você aceita os pensamentos enquanto medita ou passa o dia, observe o que é aceito ... e o que eles querem dizer.

Dicas:

Dicas

  • Se você estiver sentindo muita dor ou desconforto em uma posição, não medite nela. Levante e tente uma posição diferente.
  • A importância de se manter as costas retas é permitir que o diafragma se mova livremente. Sua respiração no zazen se torna muito, muito profunda.
  • Você deve tentar meditar regularmente, se não diariamente.
  • A posição da mão é importante. Um lado da mão representa o plano físico, o outro, o plano espiritual. Juntar os dois lembra ao praticante que ambos os planos precisam estar em harmonia. Além disso, o toque dos polegares é um modo de gerenciar seu subconsciente. Se você reparar que está pressionando os polegares, quer dizer que está muito estressado e precisa relaxar. Se eles caírem, você está adormecendo. Eles devem estar se tocando ligeiramente.
Materiais Necessários:


  • Um zafu ou almofada para se sentar.
  • Um cômodo silencioso onde você dificilmente será perturbado.
  • Um despertador para tocar após o período de tempo durante o qual você estará meditando. Se for usar um despertador, assegure-se de que seja um toque suave. Um som alto e abrupto não deve interromper ou encerrar uma sessão de meditação.·
  • Roupas soltas e confortáveis
Fonte:
http://pt.wikihow.com/

Postagens mais visitadas deste blog

OS MUDRAS NO BUDISMO E SEU SIGNIFICADO

Os Mudras no Budismo 

Os mudras são os gestos simbólicos que são associados aos budas. Esses gestos são muito utilizados na iconografia hindu e budista.

Mudra, uma palavra com muitos significados, é caracterizada como gesto, posicionamento místico das mãos, como selo ou também como símbolo. Estas posturas simbólicas dos dedos ou do corpo podem representar plasticamente determinados estados ou processos da consciências. Mas as posturas determinadas podem também, ao contrário, levar aos estados de consciência que simbolizam. Parece que os mudras originaram-se na dança indiana, que é considerada expressão da mais elevado religiosidade. [...] O significado espiritual dos mudras encontra sua expressão perfeita na arte indiana. Os gestos das divindades representadas na arte hinduísta e budista e os atributos que os acompanham simbolizam suas funções ou aludem a determinados acontecimentos mitológicos. [...] No decorrer dos séculos, os budas e bodhisattvas representados iconograficamente com s…

PORTÕES DA PRÁTICA BUDISTA - CHAGDUD TULKU RINPOCHE - SÍNTESE DE GISLAINE D'ASSUNPÇÃO

PORTÕES DA PRÁTICA BUDISTA

Chagdud Tulku Rinpoche
Ed. Paramitas Ltda, 1995, Taquara – R.S




Trabalhando com o Apego e Desejo
Para compreender como o sofrimento aparece, pratique observar sua mente. Neste espaço da mente não há problemas não há sofrimento. Então, alguma coisa prende sua atenção - uma imagem, um som, um cheiro. Sua mente se subdivide em interno e externo, “eu” e “outro” sujeito e objeto. Com a simples percepção do objeto, não há ainda nenhum problema, Porém, quando você se foca nela,  nota que é grande ou pequeno, branco ou preto, quadrado ou redondo. Então você faz um julgamento – por exemplo, se o objeto é bonito ou feio. Tendo feito esse julgamento, você reage a ele: decide que gosta ou não do objeto.
 É aí que o problema começa, pois “Eu gosto disto” conduz a “Eu quero isto”. Igualmente, “Eu não gosto disto” conduz a “Eu não quero isto”. Se gostamos de alguma coisa, se a queremos e não podemos tê-la, nós sofremos. Se a queremos, a obtemos e depois a perdemos, nós sofremos.…

PARA COMPREENDER O BUDISMO

PARA COMPREENDER O BUDISMO
1- INTRODUÇÃO:
O Budismo é uma religião e filosofia baseada nos ensinamentos deixados por Siddhartha Gautama, ou Sakyamuni (o sábio do clã dos Sakya), o Buda histórico, que viveu aproximadamente entre 563 e 483 a.C. no Nepal. De lá se espalhou através da ÍndiaÁsiaÁsia Central,TibeteSri Lanka (antigo Ceilão), Sudeste Asiático como também para países do Leste Asiático, incluindo ChinaMyanmarCoréiaVietnã eJapão. Hoje o budismo se encontra em quase todos os países do mundo, amplamente divulgado pelas diferentes escolas budistas, e conta com cerca de 376 milhões de seguidores. Os ensinamentos básicos do budismo são: evitar o mal, fazer o bem e cultivar a própria mente. O objetivo é o fim do ciclo de sofrimento,samsara, despertando no praticante o entendimento da realidade última - o Nirvana. A moral budista é baseada nos princípios de preservação da vida e moderação. O treinamento mental foca na disciplina moral (sila), concentração meditativa (samadhi), …