Pular para o conteúdo principal

ESTUDO DAS QUATRO NOBRE VERDADES SEGUNDO O BUDISMO







Estudo das 4 Nobres Verdades no Budismo



1-DELUSÕES PRINCIPAIS

1.1-IGNORÂNCIA FUNDAMENTAL: estado mental não iluminado.
-CAUSAS:não compreender a verdadeira natureza da realidade como sendo interdependente, impermanente, imperfeita e insubstancial.
-DELUSÕES SECUNDÁRIAS DA IGNORÂNCIA:

-Visão extrema: não compreender o caminho do meio da ausencia do eu entre os extremos do absolutismo e niilismo.
-Obtusidade: embotamento ou afundamento mental
-Inflexibilidade: rigidez de raciocíneo
-Teimosia: repetiçao cíclica de erros
-Dúvida/antifé: não acreditar, não admirar, não almejar.
-Preguiça: não gostar da pratica de acoes virtuosas.
-Esquecimento: esquecer objetos virtuosos.
-Antivigilancia: não distinguir entre certo e errado.
-Anticoscienciosidade: envolver-se em açoes não virtuosas.
-Falta de vergonha: quebra de compromissos assumidos.
-Recusa: negar purificar ações não virtuosas.
-ANTÍDOTO: Livro do dharma (perseverança): ensinamentos para tentar estimular interesses e criar a sabedoria que orienta o caminho de saída para as angústias.
-MEDITAÇÃO:

-Propósito da existencia da natureza humana como sendo a superação do sofrimento e a busca pela felicidade.
-Transitoriedade da vida e inevitabilidade da morte.
-Ações provocando reações.
-Percepção da vida através do lado negativo do filtro.
-Inaceitaçao e baixo autoestima levando a Repetiçao ciclica de erros e descontrole emocional.

1.2-AVERSÃO: intensificação do desejo repulsivo.
-CAUSAS

-Apego exagerado ao ego
-Necessidade de aprovação
-Frustração com facilidade
-Insatisfação, infelicidade e amargura
 -FATORES DESENCADEANTES 
(CONTRARIEDADES A REALIZAÇÃO DOS OBJETIVOS):
-Ameaça
-imprevisto
-Má sorte
-Danos causados por pessoas(danos físicos diretos, danos ao bens materiais, dano a reputação, prosperação dos inimigos)
DELUSÕES SECUNDÁRIAS DA AVERSÃO:
-Rancor(ressentimento): apego ao continuo da raiva c desejo de vingança.
-Arrogância(rispidez): falar c aspereza por agressividade ou ressentimento.
-Desconsideração: não levar em conta o bem estar dos outros.
-Nocividade: desejo q os outros sofram.
-Agressividade: intensao de agredir ou prejudicar fisica ou verbalmente.
-Arrependimento: culpa por açoes negativas praticadas aos outros
-ANTÍDOTO:Chama da purificação (sabedoria):desistir de despediçar toda a energia na luta contra a superação do sofrimento,buscando  alivío através  da compreensão, aceitação, tolerância,  arrependimento e  perdão 
-MEDITAÇÃO:
-Raiva causada ao se permitir ser insultado por palavras ou açoes alheias.
-Raiva ao observarmos nos outros atitudes que reprovamos em nos mesmos.
-Pratica do mal como forma de causar sofrimento em nós mesmos.
-Ausência de beneficios e estragos causados pela impaciencia e raiva.
-Necessidade da presença dos outros seres para nossa sobrevivência.
-Igualdade entre os seres e direito de todos de buscar a felicidade.
-Egoismo e pensamento apenas no proprio bem estar como origem intriseca da raiva.
-Desejar o bem e assumir o sofrimento de seres q sentimos apego,indiferenca e aversão.



1.3-APEGOintensificação do desejo atrativo
-CAUSAS("AS 8 PREOCUPAÇÕES MUNDANAS"): ter e manter: 
-Aquisições materias
-Prazer momentâneo
-Elogio
-Reputação
-DELUSÕES SECUNDÁRIAS DO APEGO:
-Medo: não ter ou perder objetos de preocupação.
-Gula: apego exagerado a comida.
-Luxuria: apego exagerado a sexo.
-Avareza: apego a bens materiais
-Nostalgia: Apego desejoso em relação ao passado
-Excitação: desvio da atenção para objetos de apego.
-Distração: desvio da atençãao para objetos contaminados pelas emoções aflitivas.
-Dissimulaçao: ocultar defeito por apego a status.
-Hipocrisia: mentir as proprias qualidades por apego a status.
-ANTÍDOTO:Tigela com as 3 joias (concentração): refúgio em Buda (sabedoria), Dharma (ensinamentos), Sagha (comunidade) para preencher o vazio interior e saciar a fome de viver .Também são antídotos do apego a impermanência, a repugnância e a renúncia. 
-MEDITAÇÃO:
-Natureza irrealizavel, insatisfatoria e projetada no futuro dos desejo.
-Adesão cega as posses mundanas, paixoes egoisticas e pretensoes sucessivas.
-Sofrimento e ansiedade causada ao se tentar obter os objetos de preocupação mundana.
-Ansiedade causada pela formulação de mentiras insustentaveis por necessidade de aceitação e Imaturidade em lidar com o olhar critico social.
-Apego desejoso em relação a pessoas, lugares e situações do presente, passado e futuro
-Alivio sentido ao renunciar os objetos de preocupação mundanas



2-DELUSÕES SECUNDÁRIAS


2.1-INVEJA: apego ao que é alheio-CAUSA: Frustação e Sentimento de inferioridade gerado por não possuir os bens materiais, prazer momentãneo, elogio e reputação que outro possui, gerando o sofrimento pelo desejo de possuir e a vontade de retaliar o possuidor.


-ANTÍDOTO :Espada(Ética):simboliza a necessidade de abrir mão,cortar as próprias ilusões de que o valor pessoal está no tamanho do poder ao invés de cortar o poder do quem tem mais . Também são antídotos da inveja a interdependência(análise cármica), repugnância e renúncia
-MEDITAÇÃO:
-Análise do próprio potencial para moderaçao do excesso e da falta de autoestima por possuir ou não possuir o que o outro tem.





2.2-ORGULHO(VAIDADE):-CAUSAS:sensação de superioridade por onipotência, onisciência e onipresença gerando aversão ás contrariedades e ao próprio sofrimento.
-ANTÍDOTO: Citara(Compaixão): representa o instrumento que pode acordar do estado de hipnose e deslumbramento  para que se evite as frustações,para que se dedique a produção de méritos positivos como a prática do bem. Também são antídotos do orgulho a humildade e a equanimidade.
-MEDITAÇÃO:
-Orgulho como meio de ocultar fragilidade.


2.3VISÃO ERRÔNEA OU DELUDIDA:visão da coleção transitória(agregados, eu/ meunerentemente 
-CAUSAS:delusão secundária da ignorância fundamental de não compreender a verdadeira natureza da realidade.
ANTÍDOTO :Tigela vazia(paciência /tolerância):representa importância de renunciar acumulo de preocupações mundanas motivadas pelo excesso e pelo ego
-MEDITAÇÃO:
-"Eu" como dependente dos agregados físicos e mentais.

Fonte:http://budismobrasil.blogspot.com.br/p/estudo-das-4nobres.html

Postagens mais visitadas deste blog

OS MUDRAS NO BUDISMO E SEU SIGNIFICADO

Os Mudras no Budismo 

Os mudras são os gestos simbólicos que são associados aos budas. Esses gestos são muito utilizados na iconografia hindu e budista.

Mudra, uma palavra com muitos significados, é caracterizada como gesto, posicionamento místico das mãos, como selo ou também como símbolo. Estas posturas simbólicas dos dedos ou do corpo podem representar plasticamente determinados estados ou processos da consciências. Mas as posturas determinadas podem também, ao contrário, levar aos estados de consciência que simbolizam. Parece que os mudras originaram-se na dança indiana, que é considerada expressão da mais elevado religiosidade. [...] O significado espiritual dos mudras encontra sua expressão perfeita na arte indiana. Os gestos das divindades representadas na arte hinduísta e budista e os atributos que os acompanham simbolizam suas funções ou aludem a determinados acontecimentos mitológicos. [...] No decorrer dos séculos, os budas e bodhisattvas representados iconograficamente com s…

5 PRECEITOS BUDISTAS PARA ENCONTRAR A PAZ INTERIOR

5 Preceitos Budista para encontrar a paz interior

SOBRE AS ESCOLAS DENTRO DO BUDISMO

SOBRE AS ESCOLAS DENTRO DO BUDISMO Como a maioria das religiões e filosofias mundiais, o Budismo de acordo com a sua evolução histórica dividiu-se em diversos grupos e segmentos que diferenciam entre si em algumas doutrinas e visões do budismo. Não conseguiremos aqui distinguir todos os ramos do budismo que existem ou já existiram, mas analisaremos aqueles de maior relevância histórica. Escola TheravadaO Budismo Theravada; quer dizer literalmente, "o ensino dos anciões", ou "o antigo ensino" é considerada a mais antiga escola de Budismo ainda existente. Por muitos séculos, o Theravada tem sido a religião predominante no Sri Lanka, Birmânia e Tailândia; atualmente, o número de budistas Theravada em todo o mundo excede 100 milhões de pessoas. Em décadas recentes, o Theravada começou a fincar suas raízes no Ocidente. Escola MahayanaA Escola Mahayana (nome que quer dizer "grande veículo") é atualmente a maior das duas principais tradições do Budismo existentes h…