Pular para o conteúdo principal

O BUDA E O DEVA

deva
O Buda e o Deva
O Buda estava um dia no Jardim de Anathapindika, na cidade de Jetavana, quando lhe apareceu um Deva ( espírito da natureza ) em figura de brâmane e vestido de hábitos brancos como a neve, e entre ambos se estabeleceu o seguinte “duelo”:
O Deva: – Qual é a espada mais cortante?
Ao que Buda respondeu:
– A palavra raivosa é a mais cortante.
– Qual o maior veneno?
– A inveja é o mais mortal veneno.
– Qual é o fogo mais ardente?
– A luxúria
– Qual a noite mais escura?
– A ignorância
– Quem obtém a maior recompensa?
– Quem dá sem desejo de receber é quem mais ganha.
– Quem sofre a maior perda?
– Quem recebe de outro sem nada devolver é quem mais perde.
– Qual é a armadura mais impenetrável?
– A paciência
– Qual a maior arma?
– A sabedoria
– Qual o ladrão mais perigoso?
– Um mau pensamento é o ladrão mais perigoso
– Qual o tesouro mais perigoso?
– A virtude
– Quem recusa o melhor que é oferecido deste mundo?
– Recusa o melhor que se lhe oferece quem aspira à mortalidade
– O que atrai?
– O bem atrai
– O que repugna?
– O mal repugna
– Qual a dor mais terrível?
– A má conduta
– Qual é a maior felicidade?
– A libertação
– O que ocasiona a ruína no Mundo?
– A ignorância
– O que destrói a amizade?
– A inveja e o egoísmo
– Qual a febre mais aguda?
– O ódio
O Deva então faz a sua última pergunta: – O que é que o fogo não queima, nem a ferrugem consome, nem o vento abate e é capaz de reconstruir o Mundo inteiro?
Buda respondeu:
– O benefício das boas acções.
Satisfeito com as respostas o Deva, com as mãos juntas, inclinou-se respeitosamente perante Buda e desapareceu.
Fonte: “Buda – Aquele que despertou” Martin Claret

Fonte:https://portaldobudismo.org/2016/10/20/o-buda-e-o-deva/


Postagens mais visitadas deste blog

OS MUDRAS NO BUDISMO E SEU SIGNIFICADO

Os Mudras no Budismo 

Os mudras são os gestos simbólicos que são associados aos budas. Esses gestos são muito utilizados na iconografia hindu e budista.

Mudra, uma palavra com muitos significados, é caracterizada como gesto, posicionamento místico das mãos, como selo ou também como símbolo. Estas posturas simbólicas dos dedos ou do corpo podem representar plasticamente determinados estados ou processos da consciências. Mas as posturas determinadas podem também, ao contrário, levar aos estados de consciência que simbolizam. Parece que os mudras originaram-se na dança indiana, que é considerada expressão da mais elevado religiosidade. [...] O significado espiritual dos mudras encontra sua expressão perfeita na arte indiana. Os gestos das divindades representadas na arte hinduísta e budista e os atributos que os acompanham simbolizam suas funções ou aludem a determinados acontecimentos mitológicos. [...] No decorrer dos séculos, os budas e bodhisattvas representados iconograficamente com s…

5 PRECEITOS BUDISTAS PARA ENCONTRAR A PAZ INTERIOR

5 Preceitos Budista para encontrar a paz interior

SOBRE AS ESCOLAS DENTRO DO BUDISMO

SOBRE AS ESCOLAS DENTRO DO BUDISMO Como a maioria das religiões e filosofias mundiais, o Budismo de acordo com a sua evolução histórica dividiu-se em diversos grupos e segmentos que diferenciam entre si em algumas doutrinas e visões do budismo. Não conseguiremos aqui distinguir todos os ramos do budismo que existem ou já existiram, mas analisaremos aqueles de maior relevância histórica. Escola TheravadaO Budismo Theravada; quer dizer literalmente, "o ensino dos anciões", ou "o antigo ensino" é considerada a mais antiga escola de Budismo ainda existente. Por muitos séculos, o Theravada tem sido a religião predominante no Sri Lanka, Birmânia e Tailândia; atualmente, o número de budistas Theravada em todo o mundo excede 100 milhões de pessoas. Em décadas recentes, o Theravada começou a fincar suas raízes no Ocidente. Escola MahayanaA Escola Mahayana (nome que quer dizer "grande veículo") é atualmente a maior das duas principais tradições do Budismo existentes h…