Pular para o conteúdo principal

BONDADE ORIGINAL, E NÃO PECADO ORIGINAL - MATTHIEU RICARD




BONDADE ORIGINAL, E NÃO PECADO ORIGINAL


Mathieu concluiu:

— Em um de seus artigos, Owen mencionou um filósofo segundo o qual durante toda a história da humanidade talvez não tenha existido ninguém que tenha sido verdadeiramente feliz e bom. O budismo oferece outra perspectiva. A palavra tibetana que designa o estado búdico tem duas sílabas: sang, que se refere a quem conseguiu desenvolver todas as excelências possíveis, como a luz que substitui as travas. Esse estado búdico é a bondade suprema, a verdadeira realização da bondade no núcleo fundamental da consciência. Já que o potencial para a realização do estado búdico está presente em todos os seres sencientes, o método budista está, portanto, mais próximo da idéia de bondade original do que de idéia de pecado original. Essa bondade primordial, a natureza búdica, é a natureza suprema da mente. Diz-se que estado de percepção está destituído de emoções negativas e, consequentemente, de sofrimento. Essa percepção é impossível? Em resposta a isso, é preciso confiar nos testemunhos do Buda e de outros seres iluminados. Conforme eu disse antes, a possibilidade de iluminação se fundamenta na idéia de que as emoções obscurecedoras não são inerentes à natureza fundamental da mente. Embora seja possível deixar uma barra de ouro enterrada na lama durante séculos, ela jamais muda em si. Só é preciso retirar camadas que cobrem o ouro para revela-lo como é e sempre foi. Alcançar o estado búdico é, portanto, um processo de purificação, da acumulação gradual de qualidades positivas e sabedoria. Por fim, chega-se a estado de consciência total no qual as emoções destrutivas e obscurecedora não têm mais motivo para surgir. Pode-se perguntar como um ser iluminado consegue viver sem emoções. Parece que é pergunta errada, já que as emoções destrutivas são o que impede que se vejam as coisas como são e, portanto, de viver apropriadamente. As emoções obscurecedoras interferem na averiguação correta da natureza da realidade e da natureza da mente. Quando se vêem as coisas como são, fica mais fácil livra-se das emoções negativas e gerar emoções positivas, que se fundamentam na razão sadia— inclusive uma compaixão muito mais espontânea e natural. Tudo precisa fundamentar-se na experiência direta. Caso contrário, seria como construir um belo castelo na superfície congelada de um lago; está fadado a afundar quando o gelo se derreter. Conforme disse o Buda: “Eu vos mostrei o caminho. Cabe a vós percorrê-lo.” Não é nada que se consiga com facilidade. A experiência requer perseverança, diligência e esforço constante. Conforme disse o grande eremita tibetano Milarepa: “No inicio, nada vem; no meio, nada fica; no fim, nada vai.” Portanto, demora. Mas o incentivo é que, quando se progride até o máximo da capacidade, é possível verificar que funciona.

Fonte:

Postagens mais visitadas deste blog

5 PRECEITOS BUDISTAS PARA ENCONTRAR A PAZ INTERIOR

5 Preceitos Budista para encontrar a paz interior

DALAI LAMA: ATRÁS DE NOSSA ANSIEDADE ESTÁ O MEDO DE NÃO SER NECESSÁRIO

DALAI LAMA: ATRÁS DE NOSSA ANSIEDADE ESTÁ O MEDO DE NÃO SER NECESSÁRIOO medo de não ser necessário é um dos maiores causadores de tristezas no ser humano.  De muitas maneiras, nunca houve um melhor momento para estar vivo. A violência assola alguns cantos do mundo, e muitos ainda vivem sob o domínio de regimes tirânicos. 

E embora todas as grandes religiões do mundo ensinem amor, compaixão e tolerância, a violência impensável está sendo perpetrada em nome da religião.
E ainda assim, poucos dentre nós são pobres, cada vez menos pessoas tem fome, menos crianças morrem e mais homens e mulheres sabem ler do que nunca. 

Em muitos países, o reconhecimento dos direitos das mulheres e das minorias é agora norma. Ainda há muito trabalho a fazer, é claro, mas há esperança e há progresso.
Quão estranho, então, ver tanta raiva e grande descontentamento em algumas das nações mais ricas do mundo. 

Nos Estados Unidos, Grã-Bretanha e em todo o continente europeu, as pessoas são convulsionadas com frustraçã…

ESCUTA COMPASSIVA - THICH NHAT HANH ENTREVISTADO POR OPRAH WINFREY (VÍDEO LEGENDADO EM PORTUGUÊS)

Thich Nhat Hanh entrevistado por Oprah Winfrey - Escuta Compassiva - LEGENDADO

Thich Nhat Hanh diz que ouvir pode ajudar a terminar com o sofrimento do outro, colocar fim a uma guerra e mudar o mundo para melhor. Assista a ele explicar como praticar a escuta compassiva.




Quem SomosNós somos um grupo de meditação budista e estudo dos textos do mestre Zen Vietnamita Thich Nhat Hanh.  Nos reunimos semanalmente nas 3a feiras das 19:30hs às 21:00hs, na Rua Jornalista Orlando Dantas, n. 5 no Flamengo - Rio de Janeiro. Clique aqui para ver o mapa. Todos estão convidados a participar conosco da nossa prática de plena consciência segundo os métodos ensinados por Thich Nhat Hanh e detalhada no quadro ao lado. Mesmo os que nunca meditaram ou têm pouca experiência estão convidados. Aos iniciantes serão dadas instruções antes do início da prática. Por isso sugerimos que os iniciantes cheguem 15 minutos antes do início. Semanalmente estudamos um texto de Thich Nhat Hanh. Para conhecer o texto dessa semana…